ESTUDANTES
Operação Novo Fardamento em fase de finalização  

Reuniões, testes, troca de ideias, dedicação e muitas descobertas. Este tem sido o ritmo para os envolvidos na "Operação Novo Fardamento" nos últimos quatro meses. A iniciativa que uniu a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) ao Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) iniciou em julho e formou um pelotão de 13 estudantes das áreas de moda, design e engenharia. A missão da equipe selecionada pelo SCMC para atuar no projeto era desafiadora: desenvolver um novo modelo para o uniforme da PMSC. Entre os objetivos, o principal era o de modernizar o uniforme atual que, embora tenha passado por mudanças, ainda segue a modelagem da década de 1960. Desde o início, o trabalho foi desenvolvido como compromisso de preservar a identidade visual e garantir o bem-estar do policial. A criação foi guiada por quatro pilares: identidade visual, tecnologia, conforto e design. Os participantes foram divididos em quatro equipes: Técnica de Engenharia Têxtil, Identidade Visual e 02 grupos de Desenvolvimento de Produto. A escolha dos participantes foi realizada através de uma criteriosa análise de portfólio dos candidatos.

Um dos escolhidos foi Cássio Chaves, formado em Design de Moda pelo Senac, que considera a experiência única e, mesmo com a complexidade do desafio, sente-se privilegiado por fazer parte do projeto. “É um sentimento de extrema gratidão, misturado a um senso de pertencimento, por estarmos fazendo parte da história de uma das instituições mais importantes do estado”, relata ele que foi um dos desenvolvedores de produto do “Novo Fardamento”. O compartilhamento entre as instituições, profissionais e estudantes também estava entre os objetivos de trabalho, e de acordo com a estudante de Engenharia Têxtil da UFSC, Keyla Bicalho, foi atingido. “Foi uma ótima experiência, tive a oportunidade de colocar em prática os conceitos aprendidos no curso, além de ter tido contato com estudantes incríveis de outras áreas como o pessoal da moda e design gráfico”. A expectativa pela reação dos policiais toma conta do time de criadores. “Se nossa proposta para o novo fardamento for aprovada, veremos nas ruas o resultado de todo nosso trabalho. Saber que fiz parte disso será algo sem igual”, confessa Hugo Mass, que logo se forma em Design de Produto pela FURB e fez parte do time de Identidade Visual. A equipe recebeu capacitação do SCMC e das empresas associadas com avançadas ferramentas para o desenvolvimento do projeto.

A assessoria para a elaboração de protótipos e tecnologia específica ficou a cargo da Thomzen Bureau Créative, consultoria em pesquisa e criação de moda, que tem o especialista Rodrigo Zen no comando.  “Penso que projetos como esse vão servir de plataforma para muitos outros projetos que o SCMC pode desenvolver com a comunidade, porque a moda e o design vão muito além das roupas que a gente vê nas vitrines, estão no nosso dia a dia, nas ruas, com as pessoas que lidamos todos os dias, e isso é importante, a gente enxergar moda não só como roupa de vitrine ou tendência, mas como uma forma de vestir e buscar melhorias para uma entidade como a Polícia Militar”, ressalta Rodrigo. A “Operação Novo Fardamento” está em fase final e tem previsão de ser apresentada no final do mês de novembro para o comando da PM, em Florianópolis. 
Vem construir com a gente!

fotos