Círculo S/A 82 anos

23/01/2020

No dia 23 de janeiro, a Círculo S/A completa 82 anos de história, que se mistura com o surgimento da cidade sede da indústria têxtil, Gaspar. De acordo com a professora Leda Baptista, Gaspar passou à categoria de município em 1934, com o prefeito Leopoldo Schramm. A Círculo S/A surgiu poucos anos depois, em 1938, como Indústria de Linhas Leopoldo Schmalz S/A, empresa que acompanha a comunidade desde então e foi uma das importantes impulsionadoras do desenvolvimento da economia local e regional.

Para celebrar a data, a Círculo S/A promoveu uma programação interna com uma exposição que conta a trajetória do fundador, Sr. Leopoldo Jorge Theodoro Schmalz, disponibilizada no corredor de acesso ao restaurante da empresa, sob a curadoria de Leda Baptista, e os colaboradores também tiveram uma refeição especial no dia 23 de janeiro para a comemoração do aniversário da empresa.

Para entender um pouco mais da história da Círculo S/A e da sua importância para o desenvolvimento sócio-econômico de Gaspar,a professora Leda Baptista resgatou algumas curiosidades da indústria têxtil, que hoje é a maior fabricante de fios para trabalhos manuais da América Latina, relacionando com a comunidade gasparense. Confira:

 

Primeiras máquinas da Círculo S/A

Em 1938 as máquinas construídas por Sr. Leopoldo ocuparam a casa de morada de propriedade do sócio e cunhado Júlio Schramm (herança família Schramm). Foi o início da Círculo S/A.

 

O fitilho

Um produto muito popular entre 1938 e 1960 foi o fitilho, usado pelo comércio para amarrar pacotes. Era feito numa maquineta que alinhava fios de boa qualidade. Esse fitilho passava por um reservatório de cola colorida (verde limão, rosa pink e amarelo ouro) e, em seguida, por roldanas quentes que formavam o produto.

 

Primeira empresa a contratar mulheres

Os homens trabalhavam em olarias, serralherias e indústrias pesadas de beneficiamento agrícola, mineral ou vegetal. A Círculo S/A foi a primeira empresa de Gaspar a abrir espaço para a mulher trabalhar

Comércio mais dinâmico

Com mais jovens trabalhando (incluindo mulheres solteiras) e também por conta da nova forma de remuneração salarial com data fixa (antes se recebia por safras), o comércio local também se beneficiou e ficou mais flexível. Ficou mais fácil comprar bicicletas e itens do enxoval, por exemplo, uma vez que o comércio também passou a oferecer a possibilidade de pagamento em prestações, ficando muito mais dinâmico e fluido.

 

O Dia 10

O dia 10 de cada mês foi, durante cinco décadas em Gaspar, sinônimo de “dia de pagamento” e de muito movimento no comércio.

Círculo S/A

A empresa é a maior fabricante de fios para trabalhos manuais da América Latina e desenvolve produtos e acessórios para artesanato. Há 82 anos no mercado, exporta para mais de 20 países e é a marca com maior atuação do segmento no país. Conta com mais de 500 produtos em seu mix e, através do Time de Artesãos, que somam 14 profissionais, oferece suporte na educação e profissionalização do artesanato, com workshops em todo o Brasil, além de estimular quem pratica o trabalho manual como hobby, oferecendo e-books gratuitos, aplicativo próprio e publicações especializadas em tricô, crochê e amigurumi.

 

**Fotos emalta neste link: https://drive.google.com/drive/folders/144JjHJ8RHO7041vEYjbnuWRWO9zagwY9?usp=sharing

 

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras: Patrícia Wippel – litoral2@grupoodp.com.br

< Voltar para notícias
Arquivo Círculo S/A
Arquivo Círculo S/A
Legenda foto: Rua Cel Aristiliano Ramos (a Rua do Comércio), durante a parada cívica estudantil na década de 1950. Foto: Arquivo Histórico de Gaspar