Copenhagen Fashion Summit

Mary, a princesa herdeira da Dinamarca, foi um dos grandes nomes do evento.
Amelia Malheiros, representou o SCMC no Copenhagen Fashion Summit
Na imagem, Luiza Medeiros, responsável pela Área de Sustentabilidade e Inovação da Abit, Braz Costa, diretor geral da Citeve Textile Technology, Amelia Malheiros, gestora da Fundação Hermann Hering e assessora executiva do SCMC, e Daniela Antunes, gerente de desenvolvimento de negócios da Rodhia Solvey Group Brasil.

Durante dois dias a capital dinamarquesa se transformou no centro do mundo da moda sustentável. Longe do glamour das temporadas de moda em Paris, Milão e Nova York, a indústria da moda debateu temas importantes para a sustentabilidade do setor, na décima edição do Copenhagen Fashion Summit, que foi realizado nos dias 15 e 16 de maio.

O Santa Catarina Moda e Cultura – SCMC esteve representado no evento através da assessora executiva Amélia Malheiros, que acompanhou as palestras, discussões e teve acesso a resultados de pesquisas inéditas e apresentados no evento.

Amélia dividiu um pouco do que viu por lá, as impressões com o país que é considerado o mais feliz do mundo, bem como os temas que foram levantados no congresso. Confira abaixo:

"Os desafios da indústria da moda são parecidos ao redor do mundo. Percebemos que estamos em estágios muito diferentes, enquanto em alguns países, entre eles o Brasil, muitos se perguntam o porquê precisamos colocar a sustentabilidade como agenda importante nas decisões estratégicas, nas escolhas que fazemos, seja nas empresas, seja na vida pessoal, na Dinamarca e em boa parte da Europa a pergunta é: como e o que podemos fazer para termos menos impacto na produção, para ter uma produção mais limpa, socialmente mais correta, com impactos mais controlados e diminuídos? Temos nossas dificuldades culturais em acreditar que temos como fazer melhor, que este é um tema prioritário. Na Dinamarca, este estágio já passou."
< Voltar para notícias